Sou um artista brasileira de Belém do Pará, região amazônica e moro há 16 anos

Alemanha. Minhas obras se originam como um resultado das vivências que se

inscreveram no meu corpo racializado durante meu percurso nesse planeta.

Estou à procura de memórias perdidas e de ancestrais que me foram negados,

consequências da política colonial que se estende até os dias atuais. Essas experiências

de perda, processo artísticamente através de projetos coletivos ou individuais utilizando 

uma ampla variedade de técnicas que variam de acordo com as necessidades específicas

de cada projeto.

Atualmente me concentro em trabalhar com performance e o uso de têxteis em

uma abordagem anticolonial e antirracista em busca de restauração da humanidade

do corpo racializado em diáspora. Uma tentativa de encontrar uma espécie de cura para

as feridas tão profundas no corpo colonizado. Tenho desenvolvido figurinos e imaginado

entidades que possam nos portar a determinadas situações, lugares, tempos

não lineares e utópicos em busca de uma restituição histórica e quem sabe assim 

colaborar para desconstruir estruturas opressivas de marginalização.